Porque comer saudável não te ajuda a ficares sem fome

Para te tornares um comedora intuitiva (ou seja, comeres sem medo, sem restrição, sentires o verdadeiro prazer de comer, naturalmente comer saudável e sem comeres demais) precisas de ter reconectares com o teu verdadeiro apetite e compreenderes quando realmente uma refeição ou alimento te está a satisfazer. Isto tem a ver com o Princípio 5 de Comer Intuitivamente: sente a tua saciedade.

(vê aqui para compreenderes que tipo de comedora tu és)

Cada dieta que fazemos, cada regra que temos em relação à nossa comida ou ao seu horário, vai-nos desconectar com a verdadeira sensação de saciedade. Quem dita o que comemos, em que quantidades e a que horas é a dieta ou o plano alimentar, e não o nosso corpo. Consequentemente, desaprendemos a ouvir e respeitar os sinais biológicos que temos que nos indicam quando começar e terminar uma refeição e que nos ajudam a compreender o que realmente nos apetece comer, sem nos julgarmos ou sem comermos demais. Temos duas opções: ou vivemos para sempre em dieta ou re aprendemos a escutar o corpo.


Se te queres ver livre de dietas e viver num corpo saudável enquanto redescobres o prazer da comida, este artigo é para ti.

comer saudável sem medos

Comer saudável verdadeiramente

Para realmente aprenderes a comer até te sentires satisfeita e compreenderes que podes parar, primeiro é muito importante fazeres as pazes com a comida e dares-te verdadeira permissão para comer (Princípio 3 de Comer intuitivamente). Sejamos realistas, como podes comer só até ao teu ponto de saciedade quando na realidade não te dás permissão para comer aquela comida sempre que queres? Vais querer comer a mais, só de pensar o quão rara ela é. Por isso, para verdadeiramente te veres livre do mundo das dietas tens de trabalhar essa permissão. Alguém que está neste processo de se tornar uma comedora intuitiva vai facilmente parar quando se sente satisfeita, sem sentir que comeu demais porque sabe que pode voltar a experimentar a comida que adora quando lhe apetecer.


O primeiro passo para te reconectares com a tua fome.

Já falei aqui que nas fases iniciais do processo de te tornares uma comedora intuitiva precisas de ligar o hiperconsciente. Isto porque até agora o normal foi seguir algo que alguém te disse e agora vais re aprender uma skill nova. Daí precisares de uma atenção extra nas primeiras fases.


Este é um exercício super rápido que faço com as minhas clientes.

Sempre que vais iniciar a refeição, em vez de comeres em piloto automático, faz uma anaálise interna:

Antes da refeição: simplesmente nota quanta fome tens. Tenta compreender se a comida que vais comer te é apelativa e se achas que te vai satisfazer.

Durante a refeição: faz uma pequena pausa e foca-te na experiência que estás a ter. Reconecta-te com o teu corpo e com as palitas gustativas. Presta atenção:

  • No sabor: está a saber tão bem como esperavas? Está-te a dar prazer come-la? Ou apenas comes por hábito e rotina?

  • Na tua saciedade: achas que o que estás a comer vai ser suficiente? A fome está a desaparecer? Estás a começar a sentir-te mais saciada? Lembra-te que é um processo que leva o seu tempo. Estás a conhecer-te de dentro para fora. Uma refeição não chega para conheceres alguém, não esperes que seja o suficiente para te conheceres numa refeição também. Não é suposto a resposta a esta pergunta ser sempre a mesma, vai depender da última vez que comeste, da fome que tinhas, etc etc. Se a comida te estiver a saber bem e achas que ainda não estás satisfeita, continua a refeição.

Após a refeição: pergunta-te se precisas de comer mais para te sentires sem fome. Comes-te o suficiente? Comes-te demais? Se sim, consegues identificar quando poderias ter terminado a refeição? Precisas de comer mais para terminar a fome?


Isto vai ajudar-te a saber quando já estás satisfeita e quando a última garfada vai acontecer. Quanto mais tempo tiveste a viver em dietas mais tempo vais demorar a sentir e confiar na tua sensação de saciedade. Se comes por razões emocionais (compreende aqui se é o teu caso) é normal não conseguires parar de comer quando já estás satisfeita, não tem nada a ver com o teu apetite, tem a ver com a tua forma de lidar com as emoções. Não te julgues, dá te tempo e procura ajuda!

É muito normal quando pergunto a uma cliente como foi a experiência ela responder ‘eu não sei’. Isto porque vivemos a vida a comer o que achamos que devemos comer em vez de procurar satisfação na experiência. Daí isto ser como um músculo que precisa de ser trabalhado e é nesse aspecto que este exercício te vai ajudar.


Esta é uma maneira muito simples de começar a finalmente fazeres as pazes com a comida e a confiares em ti com todas as comidas em qualquer refeição. Afinal, apenas TU te podes dizer o quanto precisas de comer para te sentires saciada, tens é de reaprender a ouvir o corpo e os sinais da fome. E é nesse aspecto que o meu Acompanhamento de Alimentação Intuitiva de vai ajudar a comer saudável. Ganha confiança, clareza e liberdade com o meu método estruturado e comprovado que te ensina passo a passo a reconectar-te com o teu corpo!


Lembra-te somos fantásticas! E nunca desistas de ti!

Segue-me no Instagram!

Usa o meu cupão para descontos e presentes grátis na ZUMUB, PROZIS E EU NUTRITION

Copy of 10% zumub.png
10% prozis.png
_10% eu nutrition.png

Copywright© 2020 de Joana Amaral

 

Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte integrante do mesmo não pode ser reproduzido sem a autorização expressa da autora, seja para fins pessoais ou comerciais.

Política de Privacidade

Termos e Condições

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Pinterest
  • Preto Ícone RSS