Combater a compulsão alimentar e dietas tontas

Farta de andar de dieta em dieta, sem nunca conseguir VIVER sem culpa e combater compulsão alimentar?

Estamos num conflito cada vez maior com aquilo que pomos no prato. As saídas sociais tornam-se cada vez mais difíceis, as férias são seguidas com dietas pós e pré férias, compramos roupas para moldar cintura, pernas e bunda para nos sentirmos confortáveis. Estamos contra muito do que nos é natural e nem nos apercebemos disso. Temos cremes anti-celulite, comemos produtos 'sem culpa', comparamos a nossa dieta (o que comemos todos os dias) com a das outras secretamente à procura de validação para as nossas escolhas.

E ainda estás insatisfeita contigo mesma e numa guerra com a comida. Onde é que isto vai parar? E quando?


Neste artigo vou fazer uma tentativa de responder a isto. São uns minutinhos do teu dia, que te podem dar a clareza de que estás à procura há anos.


Como começou a obsessão com a imagem e comida?

Na nossa sociedade, a busca para sermos mais magras (quer seja pela nossa saúde quer seja pela estética) é cada vez mais comum. O acto de comer, especialmente se forem comidas com o rótulo de ‘asneira’, como comida alta em gordura, calorias ou processada, é punida pela sentença de ‘culpa’. Contudo, tens sempre a salvação de dizer que estás de dieta ou que estás com boas intenções de começar a fazer dieta. E assim recomeças o ciclo de privação, a batalha, a resistência perante a comida. O resultado? Já o conhecemos: bolachas de arroz de manhã, gelado à noite. Ou bolachas de arroz durante a dieta e "agora o que como?" no final dela.

A verdade, é que a necessidade de fazer ou de estar em dieta entra na nossa vida, todos os dias, sem nos apercebermos. Desde produtos alimentares ‘sem culpa’, produtos 0, a anúncios de televisão, artigos de revistas fit a secções de mercado ou lojas inteiramente dedicadas a produtos diet. É, sem dúvida, uma indústria milionária.

O conceito de fazer dieta, se não for estruturada de forma sustentável nem acompanhada de nenhum auto conhecimento, não só não funciona como também estará na raíz de muitos problemas. É engraçado como, com quantas mais dietas existem e mais pressão nos incutem para ter um determinado físico, maiores se verificam alguns dados.

Se dietas resultassem:

  • Obesidade não continuaria a subir (mais de metade dos portugueses são obesos ou pré obesos (1));

  • Doenças de comportamento alimentar (como Binge Eating Disorder - Compulsão Alimentar - e Anorexia) não estariam a aumentar;

  • Não haveriam cada vez mais crianças obesas;

  • Cada vez há mais produtos fat free e diet, e contudo, a obesidade e obsessão com a comida continua a aumentar;

  • Segundo alguns estudos, dietas mal estruturadas aumentam a chance de aumentar o peso no final do processo (2);

Queres compreender mais e saber como combater a compulsão alimentar? Lê este atigo e fica a compreender o que é, as causas, o diagnóstico e o tratamento.


Não podes lutar contra a tua biologia

O nosso corpo está habituado a ser nutrido com uma certa quantidade de alimento. Quando começas a fazer uma dieta, e começas pela restrição, o corpo não faz ideia do que realmente se passa. Ele não sabe que o estás a privar voluntariamente. A nossa biologia não acompanhou a evolução industrial. Embora tenhamos qualquer tipo de alimentos disponíveis à distância de um clique ou no supermercado, tenhamos quase todas as frutas em qualquer altura do ano e alimentos vindos de todo o mundo, o corpo ainda se comporta como se precisássemos de caçar ou procurar plantas para nos alimentarmos. Se não comes, é porque não há alimento ao lado e não porque estás a tentar perder gordura voluntariamente.

Assim sendo, embora voluntária, a dieta é vista como uma ameaça para o nosso corpo. Ele não faz a mais pequena ideia que o que queres é perder gordura. Como maneira de lutar contra isso, os sinais para arranjares comida vão-se intensificando à medida que te privas - para aumentar a urgência de te mexeres e procurares comida. Não é de estranhar que, quando te dás a oportunidade de realmente comer, essa experiência é vivida com tal intensidade que não consigas nem racionalizar nem parar.


Embora estes episódios de comer de forma tão exagerada e descontrolada possam parecer anormais, é meramente a resposta à auto privação causada pelo processo da dieta. Pensa, se tiveres aflitinha para fazer xixi, quando te sentas na sanita não fazes só umas pinguinhas, o desejo é despejar tudo de uma vez! Se prenderes a respiração durante muito tempo, quando respirares não deixas o ar entrar só um bocadinho, o teu corpo vai automaticamente encher os teus pulmões de ar o mais possível. Isto porque não é suposto controlar estas reações.

Confias no teu corpo para te dizer quando fazer xixi, confias no teu corpo para respirar automaticamente, está na altura de confiares no teu corpo para comer.


Porque não confio no meu corpo para me dizer o que comer e quanto comer?

Cada dieta fracassada, cada episódio em que comas demais descontroladamente, vai corroer a tua confiança com a comida. Cada dieta falhada serve para cimentar a necessidade de tentar outra vez, mas tentar com ‘mais força’ e ‘mais foco’. Quanto mais te focas na privação, menos te focas em ti. Mas não podes enganar a máquina que é o teu corpo – se o privas de nutrientes, ele vai pedir cada vez mais. Quanto mais te privas de comida, mais obcecada com ela ficas.

Está na altura de confiares na tua intuição, nos sinais que o teu corpo te dá, no teu apetite, para te dizer quando, o que e em que quantidades comer; de combater a compulsão alimentar! Está na hora de te reconectares contigo mesma.


O inicio da tua revolução

A tua vida não deveria ser só pensar no que deves ou não comer. Não devias sentir culpa quando comes algo que te auto convenceste de que não deverias comer. O teu prato tem sempre uma dose extra de culpa e o sentimento de fracasso é o teu condimento de eleição. Provavelmente já fizeste várias dietas no desejo de te controlares, mas o problema mantém-se, e nem te apercebes que vives sobre novas regras e com ainda mais alimentos proibidos. Os resultados não aparecem e vives numa prisão.


Já pensaste pedir ajuda que te guie em teres uma nova e saudável relação com a comida e o teu corpo? O meu Acompanhamento de Nutrição Intuitiva vai ajudar-te a comer intuitivamente, a reconectar-te com o teu corpo e a SENTIRES um à vontade com toda a comida, a toda hora. Vou reestabelecer a confiança em TI, onde não é preciso haver regras ou restrição, apenas tens de compreender o teu corpo e respeitar o teu apetite. SEMPRE.


Entra em contacto aqui e resolve esta situação de VEZ. Adeus dietas, adeus restrição, adeus compulsão alimentar. Ganha uma nova VIDA!


Lembra-te: somos fantásticas!


Aprende aqui um pouco mais sobre Comer Intuitivamente, combater a compulsão alimentar e e se este é o processo para ti!


Não te esqueças de usar o meu código FITJOANNE para 10% de descontos + ofertas grátis e na Prozis e Zumub e o cupão FITJOANNE15 para 15% de descontos + ofertas grátis na EU Nutrition

Segue-me no Instagram!

Usa o meu cupão para descontos e presentes grátis na ZUMUB, PROZIS E EU NUTRITION

Copy of 10% zumub.png
10% prozis.png
_10% eu nutrition.png

Copywright© 2020 de Joana Amaral

 

Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte integrante do mesmo não pode ser reproduzido sem a autorização expressa da autora, seja para fins pessoais ou comerciais.

Política de Privacidade

Termos e Condições

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Pinterest
  • Preto Ícone RSS