5 etapas que não sabes que vais passar para teres uma alimentação intuitiva e consciente

Farta de dietas?

Farta de te validares consoante o número da balança?


Podes nem saber, mas já estás na primeira fase da jornada para teres uma alimentação intuitiva e consciente para fazeres as pazes com a comida.


Pensas e falas constantemente em comida?

Ditas o que podes ou não podes comer?

Procuras validação nas tuas escolhas e queres saber o que as outras pessoas comem? Já nem sabes quanto começas a ter fome e quando te sentes satisfeita. Isto são alguns dos pensamento que as minhas clientes sentiam antes de começarmos o nosso trabalho juntas.

Não comiam o que queriam, mas sim o que achavam que deviam comer. Muitas comiam para se distraírem e afastar da dor. A maior pate das mulheres tem uma imagem corporal negativa. Sentem que não sabem o que tentar mais para se controlarem e estão farta de restrição. Mais importante do que isso, sabem que não suportam a ideia de fazer outra dieta.

Familiar? Então estás preparada para a tua jornada em busca de uma alimentação consciente e intuitiva para fazeres as pazes com a comida. Estás preparada para ser uma comedora intuitiva (este termo é-te estranho? Aprende aqui o que é ser uma comedora intuitiva e que tipo de comedora tu és!)


Há 5 etapas em todo este processo. Ao contrário de uma dieta, que diz o que comer e o que não comer, comer intuitivamente é um processo. Vai ter os seus altos e baixos até se tornar fluído (ao contrário de uma dieta, que deves perder peso de forma gradual num determinado período de tempo).

Aprende mais o que esperar na tua jornada de liberdade alimentar e amor e compreende melhor as fases que irás passar.


começa uma alimentação intuitiva

As 5 etapas para uma alimentação intuitiva e consciente


A primeira etapa é a da preparação. Se já passaste pelos sentimentos acima descritos, então já estás nessa fase. Muitas das minhas clientes aparecem já fartinhas de dietas e a querer um solução permanente de lhes permita viver e disfrutar, em vez de se prejudicarem a elas e a quem lhes rodeia.


A segunda fase é de exploração. Vais estar em aprendizagem e descoberta constante! Nesta fase é necessário ter uma hiperconsciência de tudo aquilo que fazes e sentes em relação à tua comida e fome. Da mesma forma que quando aprendes a conduzir ou a escrever tens de estar muito concentrada, o mesmo acontece nas fases iniciais deste processo. Esta hiperconsciência é meramente uma fase. Por exemplo, agora, já conduzes sem pensar duas vezes e escrever é algo automático. O mesmo acontece quando aprendes a reconectar-te com o teu corpo e a estares consciente dos teus sinais biológicos de fome. É uma etapa importante do processo e requer cuidado. É muito diferente de uma obsessão pela comida, onde os pensamentos são negativos e de preocupação. Esta hiperconsciência vai ser usada apenas quando necessária. Vais começar a entender-te melhor e a fazer as pazes com a comida e vais-te dar permissão para comer incondicionalmente.

Sim, assustador, eu sei, mas por isso é que há métodos para fazer isto da forma mais segura possível, até te compreenderes e fazeres de forma intuitiva.

É preciso estar nesta fase com uma atitude de curiosidade e não de julgamento. Será que o hambuguer é mesmo aquilo que me vai satisfazer? Em vez de, Não posso comer hambúrguer. Nem devia estar a pensar nele!

Vais-te ver livre da culpa que a comida te possa trazer. Vais-te permitir sentir a satisfação que a comida trás e vais começar a honrar a tua fome. Vais começar a separar a fome fisiológica da fome emocional.

Mas, Joanne, se fizer isso não vou para de comer nunca? Sei que é isso que estás a pensar. Calma, isso não vai acontecer!

É normal comeres mais do que realmente precisas nesta fase, pois estás a redescobrir o que precisas e estás a dar-te permissão para saborear o que te privas-te durante anos. É normal isso acontecer, é o esperado, não te julgues nesta etapa. É apenas uma fase.

É aqui também que vais começar a lidar com as tuas emoções (em vez de as mascarares com comida). Pode ser difícil inicialmente, mas é um trabalho necessário.

É para ressaltar que o padrão de alimentação nesta etapa não vai ser o padrão final. Esta é uma fase de reintrodução, de (re)descoberta. É normal consumires mais da comida que costumavas restringir ou evitar por essa mesma razão: era proibida e o fruto proibido é o mais apetecido! Podes até te sentir fisicamente desconfortável, de tão desabituado que o teu corpo está com alimentos mais processados. Mas é tudo normal e faz parte de reconstruir uma experiencia positiva com a comida. No final desta etapa começas a compreender os sinais fisiológicos da tua comida, o que realmente te dá prazer e quando e quanto precisas de comer. Depois desta etapa de exploração estarás pronta para a próxima.


A etapa 3 é de crystalization ou cimentação, como gosto de chamar. A exploração e descobertas da etapa anterior vão ser cimentadas. Vais dar por ti a tomar decisões de forma cada vez mas intuitiva, sem precisares de te concentrares e analisar. A escolha da tua comida e os teus sinais fisiológicos da fome são ouvidos com cada vez mais segurança.

Vais começar a respeitar a tua fome e vais saber com mais facilidade o que queres comer. Vais começar a compreender quando te começas a sentir cheia e não irás precisar de o sentir a toda a hora. Vais comer cada vez menos da comida que antes era proibida, pois os tempos de privação já lá vão e já não há nada de especial com essas comidas. Vais te sentir empoderada e vais começar a verdadeiramente respeitar o teu corpo.


Na etapa 4 a tua comedora intuitiva vai naturalmente aparecer. Todo o trabalho até aqui resulta num estilo de alimentação fluido e normal. Vais escolher de forma natural aquilo que queres comer e não vais associar sentimentos de culpa com a comida. Como a privação desapareceu e sabes que sempre podes saborear as comidas que realmente adoras, vai ser fácil parar de comer quando te sentes cheia. As escolhas alimentares serão cada vez mais equilibradas, com mais comida natural e menos da que antes era ‘asneira’. Vais também estar mais segura de sentir as tuas emoções e de as vivenciares, em vez de as afogar em comida.

Em termos de diálogo interno positivo, auto estima e amor pelo corpo, é nesta fase que tudo começa a naturalmente se notar diariamente. Algumas mulheres podem ter perda de peso nesta etapa.


Na ultima etapa, vais finalmente apreciar todos os prazeres que comer intuitivamente te trazem. Vais confiar, todos os dias, nos sinais fisiológicos da tua fome, nas tuas escolhas e na quantidade de comida que queres comer. Refeições sem graça deixam de ser opção e não precisas de comida para lidar com as tuas emoções. Muitas mulheres vão conseguir manter o seu peso naturalmente saudável, sem efeito yoyo. Outras vão caminhar para esse peso, protegendo-se da pressão externa que vai estar constantemente a dizer como a aparência do teu corpo deve ser.

Vais ser que nem um bebé, que come quando quer e pára quando está satisfeito, apreciando o prazer que a comida traz, sabendo que podes comer o que te apetecer para satisfazer as tuas necessidades fisiológicas.

É nesta fase também que vais sentir o prazer de seres activa, de treinares pela tua saúde e não porque tens de treinar para perder peso. (vê aqui como te vou ajudar a sentir o prazer em treinar) O leve interesse pela nutrição pode aparecer, pois sabes que te vai ajudar a sentir melhor, sempre ouvindo a tua comedora intuitiva e respeitando o teu corpo e apetite.


Estas são as 5 etapas que todas as minhas clientes passam e que tu também vais passar se realmente queres tornar a tua alimentação em algo simples e se queres aprender a respeitar e amar o teu corpo.

Medo de o fazer sozinha? Sem problema, é completamente normal. Com o meu Acompanhamento estruturado e comprovado vais aprender passo a passo a viveres sem culpa, a apreciar a tua comida num corpo que amas e respeitas. Vê como te vou ajudar a honrares a tua saúde e a saíres do ciclo vicioso em que vives!

Também podes ver aqui porque é que esta obsessão pela comida e o copo começou e como não estás sozinha nessa luta interna.

Não te esqueças de usar o meu código FITJOANNE para 10% de descontos + ofertas grátis e na Prozis e Zumub e o cupão FITJOANNE15 para 15% de descontos + ofertas grátis na EU Nutrition para apoiares o meu trabalho!


Lembra-te: somos fantásticas! E nunca desistas de ti!

Segue-me no Instagram!

Usa o meu cupão para descontos e presentes grátis na ZUMUB, PROZIS E EU NUTRITION

Copy of 10% zumub.png
10% prozis.png
_10% eu nutrition.png

Copywright© 2020 de Joana Amaral

 

Todos os direitos reservados. Este site ou qualquer parte integrante do mesmo não pode ser reproduzido sem a autorização expressa da autora, seja para fins pessoais ou comerciais.

Política de Privacidade

Termos e Condições

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Pinterest
  • Preto Ícone RSS